Evento encerrado
 
 

Incredulidade e Esperança

Teria Deus perdido o controle da história da redenção por causa da incredulidade de Israel em relação a Jesus, o Messias? Afinal, a obediência à Lei Mosaica tornava alguém justo diante de Deus, como pensavam majoritariamente os judeus no tempo de Jesus e de Paulo?

Estas e outras questões em relação à salvação por meio de Cristo são expostas em Romanos 9 a 11.

  • Verdades Fundamentais. Em Romanos 9, Paulo relembra as verdades mais fundamentais do Antigo Testamento sobre a separação e preservação de Israel como o povo da aliança. 
  • Incredulidade e Fé. No capítulo 10, o apóstolo retrata o estado de profunda incredulidade de seu povo em relação ao Messias mas, também, o alcance da fé em Jesus na salvação dos gentios. 
  • Fidelidade e Restauração. No entanto, no capítulo 11, relembrando a fidelidade incondicional de Deus, Paulo vislumbra uma futura restauração de Israel, em cumprimento da Nova Aliança de Deus com Seu povo.

Diante de tamanha esperança, Paulo irrompe em uma doxologia em Romanos 11:33-36 com algumas das expressões mais essenciais e belas de toda a Escritura:

"Ó profundidade da riqueza, tanto da sabedoria como do conhecimento de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis, os seus caminhos! Quem, pois, conheceu a mente do Senhor? Ou quem foi o seu conselheiro? Ou quem primeiro deu a ele para que lhe venha a ser restituído? Porque dele, e por meio dele, e para ele são todas as coisas. A ele, pois, a glória eternamente. Amém!"

Toda a obra da salvação vem de Deus, é agenciada por Deus e tem como propósito a glória do próprio Deus.


As aulas da Parte 1Parte 2Parte 3 e Parte 4 de Mensagens em Romanos estão disponíveis para os Parceiros do Haggai

Docente

Hélder Cardin. Bacharel em Teologia com ênfase em Educação Cristã e Ministério Pastoral (Seminário Bíblico Palavra da Vida). Bacharel em Teologia (Universidade Mackenzie). Mestre em Teologia Pastoral com ênfase em Educação Cristã (Centro de Pós-Graduação Andrew Jumper). Doutorando em Ministério (Reformed Theological Seminary - EUA). Chanceler das escolas teológicas da Organização Palavra da Vida Brasil e professor pesquisador do Seminário Bíblico Palavra da Vida (Atibaia-SP). Membro do Conselho fundador da Coalizão pelo Evangelho (The Gospel Coalition Brasil). Graduado do Haggai Brasil em Águas de Lindóia (2012). Docente nacional do Haggai na matéria de Base Bíblica de Evangelismo e Discipulado e em outros cursos de aperfeiçoamento. Palestrante nos Congressos do Haggai. Pastor colaborador da Primeira Igreja Batista em Araras, SP. Casado com Juliana, pai de Lucas e Tiago.

 

Escolha uma Turma