Ebenézer Bittencourt: Preenchendo o vácuo da alma
Ebenézer Bittencourt

Preenchendo o vácuo da alma

Se a renúncia do que vale menos é tão desejável para a felicidade, por que o homem se apega aquilo que é de menor valor?